17 de nov de 2015

Capital Alado

refugiado, mutilado, rejeitado
nau da humanidade afundada
pelo capital alado
tragédia seletiva silenciada invisível
no meio do caminho jaz um homo sacer...
quem se importa ?
quem reporta ?
a cena
um grande rio sem fronteiras
corre nas veias
rio doce-congo-eufrates-sena


João Paulo de Campos Maia Thomé

Nenhum comentário: