29 de out de 2016

Sobre o sonho


Seus olhos me despiam
O meu pescoço me traia
E meus grandes labios úmidos que só, controlavam uma língua pulsante por lá
Não ouvia mais o barulho do mar
Estranho, porque o mar estava entre minhas pernas.

Ailla Melo

Nenhum comentário: