14 de jul de 2015

ALTAR

Esqueço
ao subir ao palco
de tudo que sou,
recebo
ou causo.
me aqueço de sonho
e salto.

Só acordo na hora do aplauso.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog