17 de jul de 2015

Dei asas ao pensamento

Dei asas ao pensamento
Dei-lhe humor, dei-lhe alegria
E pra maior contentamento
Dei-lhe tudo, que podia !

Dei-lhe liberdade e vida
Sem mistério, sem temor
Dei-lhe a mensagem florida
De quem busca grande amor

Dei-lhe um mundo de alegria
Com a luz do sol a brilhar
Dei-lhe tudo que existia
No mundo pra agraciar

Dei-lhe sorrisos, dei-lhe fé
Dei-lhe a verdade e razão
A confiança de quem crê
Tudo que eu tinha à mão !

Dei-lhe razões pra voltar
Sem marcas ou exigências
Dei-lhe o mar pra navegar
Estrelas, como referências

Ele gravou todas imagens
Dos lugares onde passou,
Como excelsas reportagens,
Até o zimbório filmou .


Armando A. C. Garcia

Nenhum comentário:

Arquivo do blog