16 de jul de 2015

DESVIRGINAR

Oferece-me, a folha,
sua virgindade
Para assim então ser deflorada
por um poema

Marcelo Roque

Nenhum comentário:

Arquivo do blog